Crianças no dentista

Sem-Título-1

“Para que a criança não sofra e não fique traumatizada, o melhor é prevenir!”

A prevenção é a maneira mais econômica e menos dolorosa de se cuidar da saúde bucal, evitando o tratamento de problemas que poderiam gerar incômodos. Se a primeira consulta acontecer logo nos primeiros meses de vida do bebê, os pais poderão ser orientados a acompanhar a erupção dos dentes e aprender sobre a higiene bucal e assim, possivelmente, a criança nunca terá uma cárie. Começar os cuidados com os dentes das crianças logo cedo, é importante para que se acostumem com o ambiente,com os profissionais e com os procedimentos odontológicos.

A Doutora responde:
Qual a melhor idade para levar meu filho ao dentista?
Nos primeiros meses de vida. Nessa primeira consulta, os pais serão orientados quanto à higiene oral, primeiro com gaze e água e posteriormente, ao nascerem os primeiros dentes de leite, com escova e pasta de dente. A partir dos 2-3 anos já poderão realizar uma profilaxia. A partir de 5-6 anos, poderão aplicar flúor. A partir de 10-12 anos poderão avaliar necessidade de aparelho ortodôntico. Cada criança deve ser avaliada, individualmente, pelo dentista, pois cada paciente é diferente do outro.
As consultas regulares permitem melhor o acompanhamento dos estágios de desenvolvimento da       dentição, além de prevenção da cárie ou inflamações da gengiva.
As crianças que vão ao dentista somente em emergências, associam a ida ao consultório com procedimentos dolorosos.